Archive for the ‘Vídeos’ Category

Vídeo – Filmes pornôs vs sexo na vida real (classificação LIVRE)


ANTES DE MAIS NADA, ESTE NÃO É UM POST COM CONTEÚDO PORNOGRÁFICO, OK? SEM ESCÂNDALO, PLEASE!

Como é fato que muit@s alun@s assistem ou já assistiram a filmes pornôs e acham que o acontece na tela também acontece na vida real, achei interessante divulgar para vocês o vídeo abaixo. Ele explica as principais diferenças entre o sexo nos filmes pornôs e o sexo na vida real (exemplo: diferenças anatômicas dos pênis e das vaginas, difererenças no orgasmo e por aí vai), mas de uma forma muito inusitada: o vídeo explica tudo com imagens de alimentos! Fantástico!

Olha aí (para assistir com legenda, veja o vídeo no próprio Youtube clicando em “Youtube” no rodapé do vídeo):

Anúncios

Notícia – Autópsia Virtual


(Reblogado de http://profjabiorritmo.blogspot.com.br/2013/07/autopsia-virtual.html)

“Autópsias minimamente invasivas, que podem preservar o corpo e provas que, em geral, são perdidas no método tradicional, vêm sendo utilizadas com sucesso em vários países.
A novidade chamada Virtopsy foi desenvolvida pelo Virtopsy-Team, do Instituto Médico Legal da Universidade de Zurique, e compreende a  aplicação de métodos de imagem, como a digitalização da superfície, tomografia computadorizada ou tomografia de ressonância magnética, reforçadas com amostras de tecido [coletados de forma] minimamente invasiva.
A equipe diz que por enquanto não há planos de abolir a autópsia  convencional, mas aposta que a nova técnica inaugura uma era na investigação criminal.
Estes resultados combinados podem ser usados para determinar a causa exata da morte ou, em alguns casos, até mesmo substituir uma autópsia clássica.
Com base no processo desenvolvido pelo Virtopsy-Team, o Austrian Center for Medical Innovation and Technology (ACMIT) desenvolveu um Virtobot dedicado para realizar as principais tarefas do processo.
O software do centro de controle Virtopsy pode ser usado para planejar um processo de exame completo. Um braço de robô é capaz de executar determinadas tarefas do processo Virtopsy. Um scanner 3D gera modelos de superfície do corpo, que podem ser reforçados pela adição de dados de textura capturados com uma câmera fotográfica. Finalmente uma ferramenta de biópsia permite inserir agulhas com precisão a fim de colher tecidos ou amostras líquidas.
Todos os dados de imagens captadas podem ser mescladas com software dedicado e permitir a conclusão de um estudo forense. Em caso de um acidente de carro, um exame de superfície do carro danificado pode ser mesclado com um modelo virtual do corpo e dados de superfície de varredura a fim de comparar os ferimentos do esqueleto e a superfície da pele com os danos do carro.
Fontes: BBC Brasil e Isaude.net”
No vídeo abaixo há uma demonstração do funcionamento de uma mesa de autópsia virtual, para a análise de um corpo scaneado por meio dessa tecnologia:

Vídeo – Filhote de cação-mangona no útero


O cação-mangona, tubarão-touro ou tubarão-cinza (Carcharias taurus) é uma espécie de tubarão de ampla distribuição, sendo encontrado, inclusive, no Brasil e que possui um comportamento extraordinário:

A gestação dura de 9 a 12 meses e a fêmea, que é  ovovivípara (os embriões se desenvolvem em ovos e eclodem ainda dentro do útero), dá a luz a 2 filhotes no máximo, apesar de produzir muitos ovos durante a gestação e de possuir 2 úteros. O motivo é que 1 filhote eclode (sai do ovo) em cada útero antes dos outros, com apenas 1 mês de idade. Eles não são maiores que um dedo humano e ainda não enxergam, mas já possuem dentes e um apetite voraz. Mas, como estes filhotes ainda estão dentro da mãe e não possuem cordão umbilical, sua única fonte de alimento são os embriões dos ovos que ainda não eclodiram. Então eles começam a predar seus próprios irmãos ainda no útero (!!!), um comportamento conhecido como fratricídio ou canibalismo intrauterino (fratricídio=assassinato de um irmão pelo outro; intrauterino=dentro do útero).

Apesar da fêmea dar a luz a somente 2 filhotes, produz ovos não fertilizados durante toda a gestação para que eles sirvam de alimento aos pequenos assassinos que estão se desenvolvendo em seu útero. Assim, os filhotes nascem relativamente grandes, com até 1m de comprimento total.

Diz-se que este comportamento fratricida foi descoberto quando um ictiólogo (biólogo que estuda os peixes) abriu o útero de uma cação-mangona e foi mordido por um filhote que ainda estava lá dentro. Então o cientista percebeu que havia ovos e embriões dilacerados no útero, concluindo que aquele filhote era o responsável e único sobrevivente do fratricídio.

Veja abaixo o vídeo feito com uma sonda intrauterina mostrando um filhote de cação-mangona devorando seus irmãos:

 

 

Para saber mais:

http://diversforsharks.com.br/site/os-tubaroes/especies/mangona/

http://kid-bentinho.blogspot.com.br/2012/10/10-filhotes-que-comecam-vida-matando-os.html

Vídeo – Camarão-pistola


Há alguns anos vi um documentário sobre os “armamentos” mais estranhos que muitos animais possuem para capturar suas presas. Um dos animais mostrados era o camarão-pistola (ou camarão-de-estalo), um pequeno crustáceo que vive em mares tropicais e que desenvolveu um modo extraordinário de matar outros invertebrados e até pequenos peixes.

Existem várias espécies de camarão-pistola, mas todas têm em comum o mesmo tipo de “armamento”: possuem um dos quelópodes (garras) maior que o outro. Quando se sentem ameaçados ou famintos, os camarões-pistola fecham o quelópode maior para produzir e estourar uma bolha de ar. Quando a bolha estoura, a pressão em seu interior é tão grande que ela esquenta a água em volta a uma temperatura próxima à temperatura da superfície solar!!! Além disso, o estouro é ensurdecedor e luminescente (produz luz!). Assim, as vítimas dos camarões-pistola não têm escapatória, pois não suportam o calor produzido (4.700ºC!!!) e morrem ou ficam paralisadas momentaneamente.

Veja o vídeo (em inglês) mostrando a ação de um camarão-pistola (os sons de tiro são artificiais):

 

 

Para saber mais:

http://mundoestranho.abril.com.br/blogs/bestiario/camarao-que-caca-com-uma-pistola-sonica/

http://www.megacurioso.com.br/animais-sinistros/36683-rapido-no-gatilho-camera-superlenta-mostra-golpe-mortal-do-camarao-pistola.htm

Vídeo – Muco da feiticeira


“Eca!”. Essa é a reação de muita gente que assiste ao vídeo deste post. Ele foi feito pela equipe do Aquário de Vancouver.

As feiticeiras são peixes agnatos, ou seja, não possuem mandíbula. Também não têm vértebras nem escamas, possuem doze pares de brânquias e costumam ficar junto à areia do mar (são bentônicas), muitas vezes em tocas compartilhadas com vários outros indivíduos:

 

 

Como seus olhos são vestigiais (pequenos e pouco funcionais) esses peixes utilizam os tentáculos que têm em volta da boca para tatear o ambiente. Por serem detritívoras (se alimentam de restos de animais mortos), elas desempenham o papel de decompositoras nas teias alimentares oceânicas. No vídeo abaixo, vemos centenas de feiticeiras se alimentando da carcaça de uma baleia-cinzenta:

 

 

Mas nem tudo é festa para as feiticeiras. Elas também são presas de outros peixes e é aqui que entra o foco deste post: quando ameaçadas, as feiticeiras secretam um muco que as tornam escorregadias e com gosto ruim, afugentando seus predadores. Veja este comportamento no vídeo:

 

 

Muitos ictiólogos (biólogos que estudam os peixes) e bioquímicos estão identificando importantes propriedades químicas no muco das feiticeiras. Por mais nojento que ele possa parecer para algumas pessoas, o muco, aparentemente, possui substâncias antibióticas que poderão ser utilizadas em remédios em breve.

 

Para saber mais:

http://www.infopedia.pt/$agnatas;jsessionid=foZ5JjOPtQYbmkkQNrb8NA__

http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos3/bioanimal3.php

http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/ciclostomados/classe-cyclostomata.php

http://www.biomania.com.br/bio/conteudo.asp?cod=1279

http://www.euquerobiologia.com.br/2012/06/amniotas-anfibios-e-peixes.html

Vídeo – Peixe com cabeça transparente!


O Macropinna microstoma é um peixe de 15cm que vive em grandes profundidades marinhas (abaixo de 600m) e descrito por Chapman em 1939. No entanto, naquela época não existiam submergíveis controlados remotamente como os que temos hoje e que são muito utilizados para a coleta de seres abissais. Então os espécimes coletados por Chapman, muito provavelmente, vieram em redes de arrasto.

Contudo, os seres abissais, quando são conduzidos à superfície por redes ou recipientes, ficam com o corpo deformado devido a enorme diferença de pressão externa, o que faz com que algumas estruturas do corpo literalmente explodam, como o tímpano (se forem vertebrados). Assim, Chapman descreveu o Macropinna a partir de espécimes como o da foto:

Como você percebeu, não é possível identificar facilmente algumas características externas deste peixe. Por isso Chapman não viu a maior excentricidade anatômica do Macropinna: sua cabeça transparente! O_o

Essa peculiaridade só foi descoberta em 2004, quando uma equipe do Instituto do Aquário de Monterey Bay (Canadá) conseguiu filmar um indivíduo nadando tranquilamente em águas profundas. Os pesquisadores também descobriram que o que parecem ser os olhos do Macropinna são, na verdade, suas narinas! Os olhos ficam dentro da cabeça e conseguem girar quase 360º, por isso a importância de uma cabeça transparente. ^_^ Na foto abaixo estão apontadas as estruturas rostrais (da cabeça) deste peixe:

Macropinna microstoma

Modificado de: http://cdn.zmescience.com/wp-content/uploads/2011/09/transparent.jpg

Os biólogos que filmaram este indivíduo acreditam que ele se alimenta roubando partículas que ficam presas nos tentáculos de uma espécie de água-viva (foto abaixo), um comportamento que ainda está sendo estudado.

Como o Macropinna vive em locais de difícil acesso, por enquanto alguns aspectos de sua biologia ainda não são conhecidos, como a reprodução, tempo de vida, adaptações às condições ambientais abissais, dentre outros.

Veja o vídeo da redescoberta do Macropinna feito pela equipe do Aquário de Monterey:

Vídeo – “Não há amanhã”


 

Ontem, 05 de junho, foi o Dia Mundial do Meio Ambiente e, sinceramente, acho que temos pouco a comemorar:

– Centenas, talvez milhares, de espécies são extintas anualmente;

– A população humana setuplicou (setuplicou!!!) em pouco mais de 200 anos;

– Os governos dos países, preocupados quase que excluisivamente com suas economias, todos os dias “arredam as cercas” para dentro de áreas de proteção ambiental sob o pretexto de que “o país precisa crescer, a economia não pode retroceder, a população precisa aumentar seu poder de compra, o país precisa ser competitivo no mercado mundial” e mais um monte de argumentos capitalistas conservadores. A consequência é que os países, como o Brasil, estão perdendo seus bens naturais e culturais para empresas como a Vale, a Shell, a Monsanto, madeireiras,  pecuaristas e tantos outros;

– O declínio do efeito estufa não tem mais jeito, sejamos realistas. Até porque se a “estufa” atual for decorrente de causas naturais, QUEM É o ser humano para impedir qualquer coisa?? Mas isso não quer dizer que devemos parar de lutar contra o efeito estufa, pelo contrário, devemos é parar de contribuir tanto para seu aceleramento;

– Os países em desevolvimento, como o nosso, estão seguindo modelos errôneos de crescimento econômico. Modelos que muitos dos atuais “países desenvolvidos” utilizaram e estão na lama hoje exatamente por isso. Mas os brasileiros, chineses, indianos e outros, fecham os olhos para esta questão e “tocam” seu crescimento econômico a todo custo, utilizando trabalho escravo ou degradando de forma aceleradíssima o meio ambiente.

Enfim, naõ sou otimista quanto à redução dos danos que a humanidade causou aos ecossistemas do planeta Terra, sinceramente. Enquanto existirem “bancadas rurais” e presidentes sem “culhões”, além de economistas conservadores e políticos e empresários trouxas que caem em suas lorotas, “governando” (pra não dizer COMANDANDO) os países, nós estaremos fadados ao declínio acelerado de desenvolvimento.

Esses comentários todos foram para que vocês assistam a esta excelente animação (ative as legendas no próprio vídeo) e reflitam profundamente no que estamos fazendo com a nossa CASA:

 

Escola de Ciências

Um blog de apoio às aulas de Ciências do Ensino Fundamental (3º ciclo)

Whatever works!

Educação e Tecnologia: o dia a dia de uma PAPE iniciante...

Esquadrão do Conhecimento

A dúvida não passa por aqui.

Not Exactly Rocket Science

Science for everyone

Wild Muse

Meandering musings about the natural world: ecology, wildlife, and our environment. And books! LOTS of books!

Museu Natural do Mangue

Blog do Museu do Mangue

aprendizesdaciencia

blog dos educadores que aprendem ciência

gabrielrbrunoabioifes

Just another WordPress.com site

Aventurmaxciencia's Blog

Just another WordPress.com weblog

CIENCIAS NO SECULO XXI

Ensinar ciências no século XXI é um desafio cotidiano. Motivar os alunos e tornar as aulas atraentes é uma tarefa que tentaremos facilitar por meio deste blog, com atividades, textos, sugestões de experiências, filmes, atualidades. Enfim, tornar a tarefa de ensinar ainda mais prazerosa, é o nosso desejo.

Blogs de Ciência

Blogs de Ciência - Divulgação de todos os blogs em Português que versam a ciência. Parte do Projecto Divulgar a Ciência(.com)

blog do pontociência

Um blog de apoio às aulas de Ciências do Ensino Fundamental (3º ciclo)

%d blogueiros gostam disto: